Menu

Notícias

12h15

INSS: Expectativa de vida afeta aposentadoria

Quem pensa em se aposentar agora vai ter de trabalhar, em média, dois meses a mais, se quiser receber o mesmo que ganharia se tivesse dado

Compartilhe
Tamanho do Texto

Quem pensa em se aposentar agora vai ter de trabalhar, em média, dois meses a mais, se quiser receber o mesmo que ganharia se tivesse dado entrada no pedido no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) até o mês passado.

Isso porque de acordo com a Tábua Completa de Mortalidade feita todo ano pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e que aponta a expectativa de vida da população, o brasileiro que nasceu em 2014 terá três meses e 18 dias a mais de vida do que o que nasceu no ano anterior.

O aumento da média de expectativa de vida, que foi para 75,2 anos – sendo 71,6 anos para homens e 78,8 para mulheres –, faz parte da equação do fator previdenciário que, ao incidir sobre o valor que o segurado deveria receber da aposentadoria, reduz o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com o IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), a lógica é pagar menos para quem vai receber por mais tempo. É uma justificativa que o governo usa para a diminuir o valor pago pelo benefício, já que na teoria a pessoa viverá por mais tempo.

Segundo especialistas em previdência, quem hoje tiver 35 anos trabalhados e quer se aposentar, terá que trabalhar cerca de 60 dias a mais para receber a mesma quantia que receberia até dia 30 de novembro.

Dessa forma, um homem com 35 anos de contribuição e 65 de vida, por exemplo, que deveria receber R$ 3.038,39, irá ganhar R$ 3.008,18, ou R$ 33,21 a menos. A diminuição no valor da aposentadoria não chega a 2% do benefício, sendo em média 0,65%. Entretanto, para o diretor do IBDP, esse montante pode fazer diferença com o passar do tempo, principalmente tratando-se do governo. 

Para compensar a redução do valor, especialistas orientam que a pessoa dê entrada no pedido no início do ano que vem. “o solicitar em dezembro o benefício será menor, mas se o segurado aguardar e solicitar em fevereiro de 2016, por exemplo, terá mais dois meses de contribuição e conseguirá voltar ao nível que teria em novembro de 2015. 

Deixe seu comentário:
Fundação Baneb de Seguridade Social - BASES
End: Rua da Grécia, nº8 • Ed. Serra da Raiz, 9º andar
Comércio • CEP: 40010-010 • Salvador - BA
Tel.: 055 71 3319.6300
bases@bases.org.br
Fale com:
Seguridade 71 3319.6301 71 3319.6302 71 3319.6303 71 3319.6304
Empréstimo 71 3319.6310 71 3319.6313
Diretoria 71 3319.6300
Bases
2016 - 2019. Bases. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital